sábado, 26 de janeiro de 2008

O bombeiro de Alijó

Devido a doenças de familiares muito próximos já tive que solicitar o serviço de ambulâncias a bombeiros. Felizmente nunca encontrei nenhum com “a agilidade de pensamento” e com “a capacidade de tomar decisões “ deste bombeiro. Pelo contrário. Foram diligentes e profissionais.

O bombeiro de Alijó não tem culpa. Alguém a terá. Quem o seleccionou? Quem lhe deu formação e o avaliou como apto? Quem o deixou sózinho, sabendo-o inexperiente? É politicamente correcto atacar o Ministro, mas a culpa estará algures em quadros intermédios, que dormiam o sono dos “inocentes”.

1 comentário:

Emiele disse...

Apoiado.
Também tenho a sensação de que estão a pagar todos os justos por um pecador. O homem tem sido crucificado, e não serve para abalizar o trabalho dos bombeiros...